Portal de Notícias Jornal Aviação
Tecnologia

Drones de alta tecnologia são adquiridos pelo Batalhão de Aviação da PM de Santa Catarina

A Polícia Militar de Santa Catarina informa que seu Batalhão de Aviação (BAPM) deu um passo significativo em direção à modernização e eficiência de suas operações, com a recente aquisição de seis drones de alta tecnologia, modelo Dji Mavic 2 Enterprise Advanced.

Segundo a PM, esses dispositivos vão desempenhar um papel crucial no apoio ao policiamento ostensivo ordinário, proporcionando uma visão aérea estratégica e uma nova abordagem no combate à criminalidade.

Os equipamentos, que foram encaminhados pela Secretaria de Segurança Pública (Senasp), em parceria com o Governo do Estado de Santa Catarina, são equipados com recursos de última geração, incluindo câmeras de alta resolução, capacidade de transmissão de vídeo em tempo real, sensores avançados de detecção e captura de imagens noturnas através de imageamento térmico.

Essas características permitirão que as guarnições com a missão específica de operar estes drones tenham uma visão privilegiada das áreas de patrulhamento, identificando e monitorando possíveis atividades criminosas.

Com a capacidade de voar a grandes alturas e cobrir vastas áreas em um curto período de tempo, esses drones fornecerão às forças de segurança uma perspectiva única em situações de emergência, como perseguições veiculares ou o monitoramento de multidões em eventos públicos. Isso possibilitará uma resposta mais rápida e eficaz, aumentando a segurança tanto para os agentes quanto para a população em geral.

Entre os dias 31 de maio e 1º de junho, o BAPM realizou um Treinamento de Operador de Sistemas de Aeronaves Remotamente Pilotadas (TOSARP), no qual o comandante-geral da Polícia Militar de Santa Catarina (PMSC), coronel Aurélio José Pelozato da Rosa, fez-se presente nas instruções e realizou a entrega formal destes equipamentos, enfatizando a importância desses drones para o trabalho diário da PMSC.

“Essa aquisição representa um avanço significativo no nosso compromisso de manter a ordem e a segurança em nosso estado. Os drones nos proporcionam uma nova perspectiva em situações de risco, permitindo-nos tomar decisões mais informadas e precisas”, afirmou.

Além do apoio no policiamento ostensivo, os drones também serão utilizados em operações de busca e resgate, monitoramento de áreas de risco, investigações de crimes e levantamento de dados para análise de segurança pública. Essa tecnologia proporciona à Polícia Militar um amplo leque de possibilidades, tornando a sua atuação mais eficiente e eficaz.

A PMSC ressalta, no entanto, que o uso desses drones será realizado de forma estritamente controlada e dentro dos parâmetros legais estabelecidos. A PMSC seguirá diretrizes específicas para garantir a privacidade dos cidadãos e evitar quaisquer abusos ou violações dos direitos individuais.

A expectativa é que a rotina de uso desses drones seja estabelecida nos próximos dias, visto que o treinamento adequado dos policiais encarregados de sua operação já foi realizado. Com a chegada desses dispositivos de alta tecnologia, a PMSC estará pronta para elevar o nível de eficiência e qualidade do policiamento ostensivo ordinário, garantindo um estado mais seguro para todos.

Os investimentos fazem parte da aplicação do Plano de Comando 360 (2022 – 2023), no qual são definidas as prioridades, objetivos e metas a serem atingidas até 2023, consolidando a PMSC 3.0 e evoluindo para o nível 4.0, em prol das necessidades de perceber e atuar em todas as direções necessárias para a evolução e o aperfeiçoamentos da instituição, dos policiais e dos serviços prestados à sociedade catarinense.